Saltar os Menus

Arquivo de Notícias

Está a consultar o arquivo de notícias publicadas na categoria Câmaras e Equipamento Fotográfico

5 de Fevereiro de 2020

Nº1 Pocket Kodak Series II, ca 1922-1931

  Os anos 20 do século passado foram sinónimo de mudança, agitação e evolução. Depois da Primeira Grande Guerra e dos seus anos de opressão, violência e morte, o mundo estava então ávido por grandes descobertas e invenções e desejoso por entrar numa nova década. A novidade do sistema Autographic da Kodak, que combinava a […]

Ler mais

22 de Janeiro de 2020

Miniatur-Klapp, ca 1922-1926

  É em plena reconstrução de uma Europa devastada pela guerra, que o construtor alemão, Heinrich Ernemann A.G., lança a câmara Miniatur-Klapp. Tal como o próprio nome já faz indiciar, é uma pequena câmara da linha dos seus já conhecidos modelos Klapp, cujos peso e dimensões a fazem competir com os modelos Vest-Pocket da Kodak. […]

Ler mais

3 de Dezembro de 2019

Calypso/Nikkor II, ca. 1968-1975

  Calypso foi a primeira câmara fotográfica a ser fabricada especificamente para utilização em mergulho, sem necessidade de ser colocada no interior de um qualquer invólucro exterior. Foi criada pela francesa Atoms, desenhada por Jean De Wouters e concebida pelo explorador dos oceanos mundialmente conhecido Jacques-Yves Cousteau (1910-1997). Entre 1961 e 1962 foi distribuída pela […]

Ler mais

8 de Novembro de 2019

Vacublitz XM5Z, data não identificada

  No Ano Internacional da Tabela Periódica destacamos o elemento químico Zircónio (símbolo químico Zr), descoberto pelo químico alemão Martin Klaproth em 1789 e isolado pela primeira vez, pelo químico sueco Jons Jacob Berzelius, trinta e cinco anos mais tarde. É extremamente resistente à corrosão e tem um ponto de fusão muito elevado – 1857ºC. […]

Ler mais

14 de Outubro de 2019

Canonet, ca. 1961

  No Ano Internacional da Tabela Periódica destacamos o elemento químico Selénio (símbolo químico Se), que foi descoberto pelo químico sueco Jöns Jacob Berzelius em 1817. O seu nome teve origem na deusa da lua da mitologia grega, Selene. As células fotoelétricas de selénio são muito utilizadas na fotografia, mais especificamente nos fotómetros – instrumento […]

Ler mais

3 de Setembro de 2019

Objetiva tipo Petzval, data não identificada

  Em 1840, o físico e matemático Josef Petzval criou a primeira objetiva para retratos fotográficos. Denominada Petzval, em homenagem ao seu criador, foi depois produzida e comercializada pela alemã Voigtländer, conquistando rapidamente o mercado fotográfico mundial, pela sua qualidade ótica e uma vez que permitiu diminuir o tempo de exposição de vários minutos para […]

Ler mais

5 de Agosto de 2019

Rolo de prensar, data não identificada

  No Ano Internacional da Tabela Periódica damos destaque ao elemento químico Ferro (símbolo químico Fe). O Ferro, cujo nome decorre do latim ferrum, é utilizado pelo homem desde a Antiguidade. Atendendo ao facto de ser um metal barato, durável e muito resistente, o ferro é utilizado em inúmeras aplicações do nosso dia-a-dia. Neste objeto […]

Ler mais

4 de Julho de 2019

Plaques Opalines au Gelatino Bromure D’Argent [chapas opalinas de gelatino brometo de prata], ca. 1870’s-1893

  Foi em Paris, em 1858, que o francês Gustave Guilleminot deu início ao negócio da fotografia através da produção de materiais sensíveis. Anos mais tarde mudou-se para a cidade de Aubervilliers, centrando-se na produção e comercialização dos produtos químicos mais populares na época: o colódio e o nitrato de prata. Com a total destruição […]

Ler mais

5 de Junho de 2019

Perfex Fifty-Five, ca. 1940-1947

  No Ano Internacional da Tabela Periódica fazemos agora referência ao elemento químico Alumínio (símbolo químico Al), que é o elemento metálico mais abundante no nosso planeta. Caracterizado por ser brilhante, prateado e leve, é um condutor de eletricidade e de calor. O alumínio tem inúmeras aplicações, nomeadamente em utensílios domésticos, construção civil, construção de […]

Ler mais

7 de Maio de 2019

Chapa de vidro, data não identificada

  A utilização dos primeiros negativos de vidro data ainda da primeira metade do século XIX, quando se começou a usar a clara do ovo, que contém albumina, como meio ligante dos sais de prata ao próprio vidro. Surpreendentemente, estes negativos reproduziam os pormenores das cenas fotografadas com extraordinária qualidade, tornando-se de imediato um material […]

Ler mais