Saltar os Menus

Notícias

15 de Abril de 2021

EVA BESNYÖ

Holanda, 1940;  PT/CPF/CNF/000245

Holanda, 1940
PT/CPF/CNF/000245

 

A vida e a obra de Eva Besnyö não foram apenas influenciadas pelo Modernismo, mas também pelos dramáticos movimentos e eventos políticos da Europa do século 20, como o Fascismo, o Nacional Socialismo, a imigração e a perseguição. Quando a fotógrafa húngara de origem judaica chegou a Berlim em 1930, já tinha tomado as duas decisões mais importantes da vida: fazer da fotografia a sua profissão e deixar a Hungria Fascista para sempre. A arte moderna era a sua paixão. Criou verdadeiras obras-primas com sua Rolleiflex durante as suas caminhadas por Berlim. Quando Besnyö imigrou para Amsterdão em 1932, era uma das referências da New Photography: os seus retratos, as fotografias de arquitetura e as paisagens mantêm a sua intensidade até hoje. Trabalhou como fotógrafa até os anos 1980 e como cronista do movimento feminista Dolle Mina: um grupo de ativistas feministas radicais de esquerda holandesa, estabelecido em dezembro de 1969 com o objetivo de melhorar os direitos das mulheres recorrendo ao humor na demonstração dos seus protestos.

 

 

 

 

Eva Besnyö’s life and work were not only influenced by Modernism but also by the dramatic political movements and events of 20th century Europe such as Fascism, National Socialism, immigration and persecution. By the time the Hungarian-Jewish photographer arrived Berlin in 1930, she had made the two most importante decisions of life: to make photography her profession and to leave Fascist Hungary forever. Modern art was a passion for her. She produced true masterpieces with her Rolleiflex during her expeditions around Berlin. When Besnyö immigrated to Amsterdam in 1932, she was one of the outstanding representatives of New Photography: her portraits, architectural views and landscapes have retained their intensity to this day. She worked as a photographer until the 1980s, and among her other roles as a chronicler of the Dolle Mina feminist movement: a Dutch left-wing radical feminist activist group, established in December 1969. Their aim was to improve women’s rights through playful and humorous protest demonstrations.

 

 

Esta notícia foi publicada em 15 de Abril de 2021 e foi arquivada em: Arquivos e Coleções, Documento do mês.