Saltar os Menus

Notícias

10 de Maio de 2020

Gestos e atitudes de uma campeã de tennis

Ilustração Portugueza. 1922; “Gestos e atitudes de uma campeã de tennis” Ilustração Portugueza, II Série, N.º 868, 7 de outubro

Ilustração Portugueza. 1922
“Gestos e atitudes de uma campeã de tennis” Ilustração Portugueza, II Série, N.º 868, 7 de outubro

 

Tinha conhecimento que nos anos 20 do século XX começou a surgir uma maior participação feminina em competições desportivas?

 

Na década de 1920, a sociedade beneficiou de uma época de prosperidade que inerente à ânsia de viver manifestou-se em novas práticas sociais, nomeadamente na vertente do desporto feminino.

A ideia de que o desporto masculinizava as mulheres caiu em desuso e passou a tornar-se uma prática imperativa para uma vida mais livre e saudável. O ténis teve uma grande preferência, pois além do reconhecimento do aspeto físico constituiu um desporto muito social propício ao convívio.

 

Suzanne Lenglen (1899-1938) conhecida pelos media como “La Divine” é uma referência na história do ténis feminino francês. Em 1920, ganhou duas medalhas de ouro nos jogos olímpicos de Antuérpia (Bélgica) e entre 1920 e 1929 obteve várias vitórias nos torneios de Roland Garrros (França) e de Wimbledon (Inglaterra). A tenista francesa tornou-se uma lenda e teve grande influência nas alterações do vestuário feminino associado a esta modalidade já que as saias subiram ligeiramente e os braços e os joelhos começaram a ficar expostos na tentativa de eliminar as roupas que restringissem o movimento.

 

 

 

 

Did you know that, in the 1920s, there was a rise in the number of women who participated in sports competitions?

 

In the 1920s, society benefited from a period of prosperity that, together with a thirst for living, manifested itself in new social practices, namely in the area of women’s sport. The idea that sports promoted the masculinisation of the female body became outdated and practicing sports became the hallmark of a freer and healthier life. Tennis was a favorite because, in addition to the recognition of physical appearance, it was a very social sport conducive to interaction.

 

Suzanne Lenglen (1899-1938), known by the media as “La Divine”, is a reference in the history of French women’s tennis. In 1920 she won two gold medals in the Olympic Games in Antwerp (Belgium) and between 1920 and 1929 she won several tournaments at Roland Garros (France) and Wimbledon (England). The French tennis player became a legend and had a major influence in the changes that occurred in women’s tennis apparel at the time, as skirts became shorter and arms and knees became more exposed in an attempt to eliminate clothes that restricted movements.

 

Esta notícia foi publicada em 10 de Maio de 2020 e foi arquivada em: Destaques, Documento do mês, Fundo Bibliográfico.

Os comentários foram desactivados para esta notícia.